tchau

Devo desaparecer por uns meses. Nesse período vou aprender a escrever crônicas, conto eu ja vi que vai ficar pra depois, é muito difícil. Poesia já é pra lá de difícil, haikai, soneto, por que eu fui escolher isso pra fazer da minha vida?

vou estar off line por pelo menos 4 meses. Todo escritor é excêntrico não estou fora dessa,, por isso vou sair de circulação para dar um tempo e ver se eu consigo produzir algo ja que minha inspiraçaão  parece q me abandonou. Vou ficar sem telefone e computador, vou escrever com as mãos que eu prefiro muito mais. Vou tirar a mágoa do meu coração.

Devo ir para o interior ficar num sitio,onde a natureza estará comigo, vou fazer muito reiki, abraçar árvores, meditar e resgatar minha escrita. Vou morrer de saudades dos amigos e da família, principalmente da minha mãe que ja estou cuidando dela ha quase 3 anos e tenho medo dela esquecer de mim. ela tem alzheimer, doença maldita, pior que câncer.

Quando voltar estarei energizada, equilibrada, pronta pra outra e, quem sabe , tomara um relacionamento de verdade. Mas na verade não sei o que vai ser da minha vida e temo por isso.

Acredito q a galera la de cima esteja comigo e não vai me desamparar.

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

decepção, mágoa

Como aqui é meu diário secreto, vou desabafar.

Depois de anos comecei a namorar, o chmava de rino, por ser um rinoceronte de grosso, mas ele tinha seu lado bom, divertido e o sexo tbm era bom. E foram somente 6 meses.

até q um dia uma mulher muito corajosa se aproximou de mim e eu ja desconfiei q era algo dele, pra minha surpresa era masi q algo, descobri tudo, fui falar com ele que sem defesa se calou. hoje sou amiga da Regina, ela é ótima e foi vítima dele como eu fui.

graças a minha vivência de vida eu não to sofrendo, sinto um vazio as vezes, mas a galera la de cima colocou alguem muito legal na minha vida. um cavalheiro, um bom papo, divertido, mas nao ficamos ainda ele tem q melhorar da doença nos olhos dele. estamos indo devagar para sabermos o que queremos.

eu gostei do rino e só, pelo outro posso me apaixonar. pois se eu ficar com o outro sera seriamente, ele não e de brincadeira. e ele tbm quer alguem pra ele. to aqui.

Publicado em Sem categoria | 3 Comentários

DEPRESSÃO

Queria que estas palavras fossem escritas na introdução do meu livro de poesias que estou tentando publicar, mas tá difícil.

Me disseram pra escrever aqui, então tá.

Em minhas poesias tentei dar melodia aos meus sentimentos tristes, que atingem tantos.

Os momentos de solidão. a angústia, uma super companheira e a inércia sua melhor amiga.

Mesmo tendo os melhores sentimentos, sendo uma excelente pessoa, a tristeza se aloja sem pedir licença.

A depressão mata.

Já desafiei a morte algumas vezes, mas ela não me quis. Tentei causar acidentes, tacar fogo na casa,ser atropelada, mas sempre algo me salvava.

Me auto flagelo por ser crítica demais comigo, a terapia me ajudou muito a me perdoar. Sozinha é muito difícil.

Quantas pessoas não entendem a depressão, acham besteira e não julgam ser tão grave.

Como é difícil encarar nossas fraquezas e defeitos, nossos medos, o que deveria ter sido e não conseguiu realizar.

Não vou negar que se trancar em seu mundo, se esconder de todos até da luz, pode ser confortável.

Viver intensamente as dores das perdas, para pessoas sensíveis como nós, que não conseguimos lutar, é um fardo.

Sofri tantas decepções na vida e fiz tantas escolhas erradas que me paralisaram por longos anos. Como se a mente tivesse pifado.

A depressão te afasta dos amigos, da família, do trabalho, além de baixar a libido , a auto estima te larga e vc não se cuida mais.

Nada te anima. Sair? Nem pensar.

Há os que buscam as drogas para ter um momento de paz.

Mesmo com toda minha tristeza e instabilidade emocional, sempre ajudei as pessoas, sou boa nisso.

Sempre tem alguém precisando de mim seja quando uma amiga teve seu primeiro filho, nas crises de amigos, estou sempre à disposição.

Até que um dia uma amiga me ligou para eu ir ao rio ajudá-la com o pai que estava com a maior depressão que eu já vira. Mudamos para Minas pela melhor qualidade de vida.

Dávamos voltinhas no quarteirão, assistíamos os jornais, ele comia um pouco e ainda o acompanhei a ele escrever seu último livro. Como eu estava orgulhosa de mim, mesmo me isolando as vezes , curtia meus momentos de tristeza, me tratava lá tbm. ficamos longos meses.

No Natal, voltei para São paulo para comemorar com a família e me deparo com minha mãe com Alzheimer, meu mundo desabou, não pude voltar ra Minas e em pouco tempo a depressão tirou a vida do Alvaro. Só com muita terapia para tirar a culpa de mim.

Escolhi abandonar minha vida para estar ao lado da minha mãe.

Só que a depressão me pegou de novo como se nunca mais tivesse cura. O tormento diário das crises da minha mãe, geram crises para mim também. Não desejo para ninguém.

por isso me agarro nas letras. Acho que as palavras me escolheram e desde 1998 que eu escrevo.

descobri minha filosofia do conceito,e, quando consigo leio muito para aprender.

Sei que o brasileiro tem o mal hábito de ler, poesia então, está quase extinta, mas não desisto.

Vou contar um segredo para vocês, as vezes acho que não sou eu quem escrevo, brinco que psicográfico Não acredito que sou capaz mesmo sendo premiada em alguns concursos. Sou extremamente tímida.

luparolin@hotmail.com , este é meu email caso queira conversar, desabafar, criticar. Não tenham receio, não serão os únicos.

Conto com vcs para conversarem comigo, assim irão me ajudar.

E vcs? Sigam em frente.

Um abraço carinhoso.

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

se, masfs

oi, estou sem celular e sem óculos, ou seja, sema nada, quase peçada  escrevemdp sm enxergar bada, desculém os erros

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

pontos e vírgulas.

Me escondo atrás da ” licença poética” , para colocar os pontos e as vírgulas  onde eu quiser. 

A frase é minha.

 O que eu não posso, é escrever errado com palavras mal escritas. O que eu faço por vezes. 

Estou desabafando , porque vi meu filho falar ” cidadões” e dizer que foi de propósito, pois seu linguajar pós moderno o permite. Não, não permite.

Fiquem à vontade para dar um toque se eu falar errado.

Muito obrigada, 

bjs e tchau.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

será?

que alguém pelo menos lê. Ninguém fala nada, será que é tudo muito chato? Será que as pessoas tem medo de me dizer isso? Ou ninguém se interessa mesmo, pois meus assuntos não devem ter nada a ver, anão ser comigo mesma que passo por essas coisas, tento ver se se identificam comigo, se gostam das poucas poesias que postei aqui. enfim, é isso. Deixo aqui meu protesto, pq por vezes acredito que leem, mas não falam nada. Prefiro acreditar nisso.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

preconceito e meu filho

mais uma vez arrumei um emprego esquisito e preconceituoso. Nem vou falar aqui.

É um bico de fim de semana, mas eu entendo o preconceito, mulheres feias, uniforme horroroso, uma parasita na rua não dá pra se notar a não ser com aquele olhar de pena. Se eu pudesse pediria dinheiro pros carros, já que é tão pequeno assim, para o nível dos carros, do empreendimento, são os grandes hipócritas que, com sua hipocrisia acaba afetando as minorias que tbm tem auto – estima, (não sei se tiraram o hífen ), enfim, até eu não os observava, mas pelo fato de não estar procurando comprar um apartamento, ainda mais de auto padrão. Agora, quem estiver procurando um empreendimento em Guarulhos, com precinhos ótimos, é só falar com meu filho Bruno 941640033.

Por  falar em filho, mais um vídeo que eles fizeram que está muito bom e engraçado. 

um bj

 

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8Iy3i8m4n3E

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário